Abertura da 74ª SOEA celebra jubileu de Rubi da Mútua

Paraibanos também foram homenageados na cerimônia, nesta terça-feira (8)

 

Em sua 74ª edição, a Semana Oficial de Engenharia e Agronomia, que ocorre na cidade de Belém (PA) teve início na noite desta terça-feira (8).  Recursos hídricos, tecnologia, equidade de gênero e inserção internacional estão entre os temas que serão debatidos até sexta-feira (11) pelos mais de 3,5 mil profissionais da área tecnológica, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, de Belém (PA).

Completando 40 anos de fundação, a MÚTUA – Caixa de Assistência dos Profissionais realiza o evento, juntamente com o Confea e o Crea-PA. Durante a cerimônia de abertura, o presidente da Caixa, Paulo Guimarães, chamou a atenção para os benefícios concedidos e para histórias que refletem a importância do Jubileu de Rubi da instituição, como o projeto Bolsas de Estudos e a Universidade Corporativa, que vão auxiliar filhos de profissionais e funcionários do Sistema, respectivamente. “São 40 anos materializando a essência da Mútua, que é o amparo aos profissionais. Não poderíamos ter ocasião melhor para comemorar do que na Soea”, afirmou.

Homenagens

Como ocorre anualmente, a solenidade contou ainda com homenagens aos profissionais, em reconhecimento aos seus serviços prestados à Nação. A inscrição no Livro do Mérito do Confea e a medalha de Láurea ao Mérito são as maiorias honrarias da Engenharia brasileira. Neste ano, dois engenheiros paraibanos foram honrados com as comendas, enaltecendo o nome da Paraíba a nível nacional. O engenheiro civil, Normando Perazzo, recebeu a medalha de mérito, por relevantes serviços prestados à nação; enquanto o também engenheiro civil, Edmilson Fonseca, foi homenageado in memorian, tendo sua esposa recebido a placa de inscrição no livro de Mérito.

 

Ascom Crea-PB com informações do CONFEA