73ª Soea atrai 3 mil participantes a Foz

Mais de três mil participantes acompanharam os discursos de abertura e a cerimônia que registra reconhecimento a 24 profissionais de destaque nas áreas tecnológicas brasileiras. Trata-se da solenidade de abertura da Semanada Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). Em sua 73ª edição, neste ano a Soea é realizada no município paranaense de Foz do Iguaçu até dia 1º de setembro. Logo após, nos dias 2 e 3, será promovido o 9º Congresso Nacional de Profissionais (CNP).

Em seu discurso, o presidente do Confea, José Tadeu da Silva, ressaltou que o país passa por uma grave crise econômica, política e ética e lembrou que existem mais de 30 mil obras paralisadas ou inacabadas país afora. ”Não tem prejuízo maior do que esse”. José Tadeu também defendeu a presença de engenheiros no planejamento e no poder decisório do país, lembrando-se da importância que a Soea tem para debater as grandes questões da Engenharia nacional. “A Engenharia e a Agronomia estão a favor do Brasil e é grande a nossa responsabilidade neste momento”.

O presidente do Crea-PR, Joel Krüger, destacou a realização do 9º Congresso Nacional de Profissionais (CNP), evento trienal que, neste ano, iniciar-se-á imediatamente após a Soea. “Será o grande momento de alterarmos os marcos legais de nosso Sistema que dificultam nossa possibilidade de realizar mudanças”. Sobre a organização do evento, ressaltou que “desde que o Paraná foi escolhido para sediar esta Semana, tudo foi planejado para cumprir todas as etapas que envolvem a realização de uma Soea”.

A prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Ivone Barofaldi, destacou o potencial turístico da região. “Esse auditório lotado mostra a participação massiva dos profissionais das áreas de Engenheira e Agronomia do Brasil. Nossa economia agradece essa movimentação”. Para o presidente da Mútua, Paulo Guimarães, a realização da Semana em Foz do Iguaçu é exemplo de que é possível o convívio harmônico entre conhecimento, tecnologia e recursos naturais. “Aqui temos a força de dois monumentos: um natural – as cataratas – e o outro construído pelo homem, com contribuição da Engenharia – a usina Hidrelétrica de Itaipu”.

Também compuseram o dispositivo de honra o presidente da FMOI, Jorge Spitalnik; representante da Upadi, Edemar Amorim; vice-presidente do Confea, Antônio Carlos Alberio; os coordenadores da Comissão do Mérito do Confea, conselheiro Mário Amorim Varela; do Colégio de Presidentes, Modesto Ferreira dos Santos; do Colégio de Entidades Nacionais, Jorge Nei Brito; e das Câmaras Especializadas, Leo Soares de Oliveira.

Láurea ao mérito
Como manda a tradição das solenidades de abertura da Soea, na noite de segunda-feira (29/8) o Sistema Confea/Crea prestou homenagem a 24 profissionais em reconhecimento à importância e ao trabalho prestado à sociedade. Para o chanceler da Comissão do Mérito, Mário Amorim Varela, o momento é de reconhecer o trabalho que muitas vezes é desenvolvido solitária e anonimamente. “É singular porque celebramos o brilho da vida de notáveis colegas, que empreendendo ciência, tecnologia, atitudes e sentimentos, fomentaram o crescimento e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros”.

A Paraíba também foi destaque durante a solenidade de abertura da 73ª SOEA. A Engenharia paraibana foi homenageada através da entrega de Láurea ao Mérito e Medalha de Mérito ao engenheiro Sergio Rolim e ao Clube de Engenharia da Paraíba, representado pelo seu presidente, engenheiro Adilson Pontes. Ambos confessaram estar emocionados com a honraria.

CONFIRA TODAS AS FOTOS DA DELEGAÇÃO PARAIBANA NA 73ª SOEA