Dia do Engenheiro Eletricista é marcado por Webinário promovido pelo CREA e ABEE-PB

O evento Webinário Em Comemoração Ao Dia Do Engenheiro Eetricista, realizado no dia 23 de novembro, pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA-PB), em parceria com a Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas da Paraíba (ABEE-PB), teve como destaque o debate sobre a operacionalidade do 5G no Brasil e a importância dos serviços das Engenharias no desenvolvimento do país. O evento contou com a participação do diretor-geral da Agência Nacional de Engenharia Elétrica (Aneel), André Pepitone, e do professor da UFCG, Danilo Santos.

O presidente do Crea-PB, Antonio Carlos de Aragão,  abriu o evento saudando todos os engenheiros eletricistas pelo seu dia e parabenizou a categoria a nível nacional.  “Quero parabenizar a todos os engenheiros eletricistas do Brasil, que têm a responsabilidade e a missão de participar, efetivamente, e levar adiante o desenvolvimento de nosso país. Coloco o Crea-PB à disposição para o que for necessário, diante daquilo que a sociedade deseja de nós engenheiros”, disse o presidente.

Aragão, na sequência, fez elogios à parceira com a ABEE-PB, afirmando ser de fundamental importância na nova fase de gestão da autarquia. “Temos hoje como uma das principais funções promover eventos desse tipo e estar próximo à sociedade atendendo aos desejos, anseios e às necessidades de nossa população, e, para isso nós contamos com a Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas da Seccional da Paraíba, como parceiro importante”, pontuou Aragão.

 

 

O engenheiro eletricista e presidente da ABEE-PB, Martinho Nobre, parabenizou e homenageou indistintamente todos os engenheiros eletricistas pela data comemorativa. “Nossa missão é participar do processo de mudanças. Contribuir com os gestores públicos na disseminação de novas tecnologias e conhecimentos, assim como prestar serviços à sociedade com zelo e qualidade”, disse Martinho.

 

O diretor-geral da Aneel, André Pepitone, destacou a importância da integração da sociedade com o setor elétrico na medida em que ocorre a modernização desse meio devido aos avanços tecnológicos. “O setor passa por um processo acelerado de transformação que vai pelo caminho do empoderamento do consumidor. Considerando que cada vez mais esse consumidor passa a interagir com o setor elétrico, nós temos que atuar para eliminar barreiras, para que o desenvolvimento tecnológico possa avançar, possa adentrar, permitindo uma eficiência cada vez maior”, comentou.

André Pepitone mencionou ainda sobre a importância dos profissionais das Engenharias no processo de desenvolvimento econômico do país: “todo país que cresceu no mundo teve engenheiros à frente, teve a profissão valorizada, e eu não tenho nenhuma dúvida que os engenheiros terão papel fundamental para virarmos essa página no Brasil e avançar no crescimento econômico”.

Encerrando o evento, o professor da UFCG e coordenador do primeiro laboratório de 5G implantado no nordeste, Danilo Santos, falou que o 5G não se resume a downloads mais rápidos, mas sim a uma tecnologia potencializadora da internet das coisas. “Veículos inteligentes que poderão ser controlados remotamente. Saúde conectada, promovendo a aproximação de assistência médica entre os pacientes com o profissional de saúde, porém, sem a dispensa desse profissional fisicamente”, afirmou.

Danilo também pontuou o papel social dos profissionais da Engenharia neste novo cenário. “Como engenheiros, é de nossa responsabilidade, nossa visão para a sociedade, em como desenvolver novos modos de lidar com toda essa tecnologia em benefício da sociedade, desenvolvendo novos modelos de negócios para o melhor uso dessa tecnologia”, disse o professor da UFCG.

 

*Raniery Monteiro (Estagiário da Assessoria de Comunicação do Crea-PB sob a supervisão da Jorn. Grazielle Uchôa)