Abril Verde: Crea-PB se une a instituições para realizar atividades durante todo o mês

Ações conjuntas de conscientização serão promovidas todos os dias

Diariamente, pelo menos sete trabalhadores no Brasil não voltam para casa no final do dia porque perdem a vida em acidentes de trabalho. Na Paraíba, a cada hora, as doenças e acidentes laborais afastam pelo menos três trabalhadores  das suas atividades profissionais. De olho nesses índices alarmantes, o Crea-PB e mais de 20 órgãos e sindicatos se uniram em prol da campanha Abril Verde, de conscientização sobre a saúde e segurança do trabalho. O movimento é coordenado pelo Ministério Público do Trabalho na Paraíba.

Na próxima segunda-feira (3), a partir das 13h30, será aberta oficialmente a campanha no Estado  com uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa, em João Pessoa. Durante a sessão, deverá ser sancionada a lei estadual do Abril Verde, de autoria do deputado Anísio Maia. A capital paraibana é pioneira na criação do movimento e o oficializou pela primeira vez no Brasil por meio da Lei Municipal nº 12.814/2014, da Câmara Municipal de João Pessoa.

O mês de abril foi escolhido para a realização da campanha por conter duas importantes datas para o tema: o dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, e 28 de abril, Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho. A conselheira do Crea-PB e presidente da Associação de Engenheiros de Segurança do Trabalho da Paraíba (Aest-PB) é a idealizadora do movimento na Paraíba, juntamente com o presidente do Sintest-PB, Nivaldo Barbosa. As duas entidades e vários outros sindicatos, como o Sinduscon e Sintricom, além de órgãos parceiros, instituições públicas e privadas, empresas, organizações e sociedade civil organizada realizarão, ao longo de todo o mês de abril, atividades por todo o estado, com o objetivo de conscientizar  as pessoas em relação à importância da prevenção contra as doenças e acidentes laborais.

Para a presidente do Crea-PB, Giucélia Figueiredo, o movimento Abril Verde já está consagrado no calendário nacional como um importante instrumento de luta por condições mais dignas e seguras de trabalho. “Enquanto estamos vendo os trabalhadores sendo atacados cada vez mais com a perda de vários direitos, não podemos descansar na luta pelo seu direito primário: a vida”, destacou Giucélia. “Fazemos questão de abraçar o Abril Verde e levantar essa bandeira junto com o MPT e demais instituições. Esse é um serviço que estamos prestando, com orgulho, à Paraíba”, complementou.

Confira a programação completa do movimento Abril Verde na Paraíba

Document-page-002 (2) Document-page-003 (1) Document-page-004 Document-page-005

Document-page-006 Document-page-007 Document-page-008

Document-page-009 Document-page-010 Document-page-011 Document-page-012 Document-page-013 Document-page-014 Document-page-015

Ascom Crea-PB com informações Ascom MPT